Notícias

Confira as novidades do mundo automotivo

 

 

Como eram os carros antigamente?

Atualmente vemos os carros com estilos bem definidos e tecnologias preparadas para uma nova fase na indústria automotiva mundial, cada vez mais focada na redução da emissão e consumo. Mas, como eram os carros antigamente?

Este artigo vai mostrar como eram os carros de antigamente, seus estilos e tecnologias que evolucionaram o automóvel. Começaremos lá pelos anos de 1940.

Passaremos pelas décadas seguintes até um breve resumo da atualidade. Então, acompanhe abaixo a trajetória do carro, mostrando como ele era antigamente.

Como eram os carros antigamente?

Como eram os carros antigamente? Década de 1940

A década de 1940 começou mal. A Segunda Guerra acabou com [...]

O Brasil tem novos valores de multas de trânsito, o aumento ocorreu em novembro de 2016.

De lá para cá, houve renovação dos valores das infrações, que ficaram mais elevadas por conta do maior rigor na aplicação de punição contra os motoristas infratores.

Os novos valores de multas estão incluídas numa tabela abaixo com todos os artigos do Código de Trânsito Brasileiro e também incluí a descrição sobre o que a lei pede que se faça ou não no trânsito, assim como o nível de gravidade, que varia de 1 a 5.

Há também pontuação (exceto nos últimos artigos, referentes aos pedestres), novos valores de multas com variação se for o caso e se existe ou não suspensão da CNH, inexistente nos casos envolvendo pedestres.

Atualmente os artigos do CTB vão do 162, I até o 255, abrangendo não só veículos leves e pesados, mas também incluindo pedestres e ciclistas. O CTB tinha 341 artigos, [...]

freio-carro-1 Por que a maioria dos carros usa disco de freio na frente e tambor atrás?Os discos de freio nos carros é atualmente algo imprescindível para a segurança automotiva, mas apesar disso, muitos ainda utilizam os tambores de freio nas rodas traseiras. A questão é relativa aos custos e o tema já ganhou repercussão em alguns momentos da história automotiva, especialmente em anos recentes.

Atualmente, a produção em larga escala reduziu muito o custo de fabricação e instalação de discos de freio nos eixos traseiros dos carros, mas nem sempre foi assim. De qualquer forma, o custo de um freio a tambor continua sendo inferior e por isso ainda é utilizado em muitos carros, especialmente os modelos com versões de acesso bem baratas ou de desempenho inferior.

O item também é usado para valorizar o produto, pois quando é divulgado que “tal carro tem freios a disco nas quatro rodas”, a sensação de segurança é [...]

placas-detran Por que existem carros com placas vermelhas, pretas, verdes, azuis, etc?s primeiras identificações de veículos (em forma de placa) surgiram em carruagens em 1783 na França. A implantação foi necessária para que as autoridades pudessem identificar os motoristas causadores de acidentes.

No Brasil, o primeiro sistema de emplacamento surgiu em 1901 com apenas uma letra: P de particular ou A de alugado. Já a quantidade de números variava de 1 a 5 dígitos (Exemplo: P 5, P 42, A 26, P 500, A 587, P 1·348, P 12·878).

Entre 1941 a 1969, iniciou-se o formato numérico com combinações agrupadas duas a duas. De 69 a 1990 vigorou o modelo alfanumérico com duas letras e quatro números (com fundo amarelo e letras pretas). Mas este formato acabou sendo retirado de circulação já que a frota brasileira passava da quantia máxima das possibilidades combinatórias entre letras e números.placas-detran Por que existem carros com placas vermelhas, [...]</p>
                <div class=

estrada-carros-transito-1024x409 Quantos carros são emplacados por dia no Brasil?

A recuperação do setor automotivo em 2017, depois de vários anos de retração, foi comemorada por muitos. Mas o aumento no número de carros circulando pelas ruas brasileiras também tem causado uma grande preocupação nos especialistas.

Especialmente nas grandes cidades, onde parece que a briga por um espaço na rua ocorre o tempo todo, existe uma forte tendência na busca por meios de locomoção individuais, ao invés dos coletivos. Veja, por exemplo, o caso de São Paulo, principal cidade do país.

Na capital paulista existem mais de 6 milhões de veículos registrados. Esse número absurdo representa 70% da frota em circulação, enquanto as tão criticadas motos respondem por apenas 13%. Quando levamos em conta que esse conjunto de carros (que cresce duas vezes mais rápido do que o número [...]

Back to top